Conheci Sabrina Abreu



Finalmente ontem eu pude conhecer uma das escritoras e jornalista mais doce que eu podia encontrar.
Uma simplicidade em pessoa, sua gargalhada jaz na doçura do seu encanto. Uma pessoa completamente gente como a gente, assim como seus queridos textos, que até hoje me despertam novas ideias de escrita.
Para nossa alegria ela lançou seu primeiro romance, mas ela é autora de mais 4 livros já, mas todos falando de viagens, biografias e etc...
Este é especial para ela, ela diz sorrindo, muito completa. De fato ela se sente completa neste momento, finalmente seu filho nasceu. 
Eu ainda não li o livro, adquiri o meu ontem, mas vou deixar um comentário de Ronaldo Fraga para que vocês possam ter uma noção.

"Não, este não é um livro de amor. Ele nos leva além. Ele fala como o acaso transforma pessoas e lugares para sempre. O Último Kibutz, quinto livro e primeiro romance da escritora e jornalista Sabrina Abreu, promove um encontro improvável entre duas culturas, duas gerações, diferentes sonhos e angustias. O encontro entre o velho Simon, judeu israelense, fundador de um Kibutz, e uma jovem brasileira, voluntária no local, nos leva por uma estória rica em imagens, afeto e surpresas, reforçando certeza de que o "fundão" da humanidade é sempre o mesmo"





A única coisa que digo é, conhecer pessoas que fazem a diferença em nossa vida é muito difícil nesses dias turbulentos, por isso, deixo aqui explanado a quatro ventos minha admiração por esse serzinho tão maravilhosa.

Quer conhecer melhor a Sabrina? Dê um Google e você vai ver seu lindo trabalho pela vida a fora.
Ainda dá tempo também de conhecê-la para quem estiver em São Paulo, dê uma olhada no banner abaixo.


1 comentários

  1. Agatha querida, obrigada pelas palavras, pela presença e por tudo. Beijo!

    ResponderExcluir