Vamos falar sobre suicídio?



Eu sei que é bem forte este tema que trago para vocês, mas tenho convicção de que se todos nós nos manter-se mais alerta com o nosso próximo ou ente-querido assim que houvesse algo da qual devêssemos desconfiar, seria  certo que muitas vidas poderiam terem sido poupadas.
Muitos de nós seguimos nossas vidas em busca de nossos sonhos, em busca de reconhecimentos... Trabalhamos mais do que devíamos e quase não paramos para conversar com um amigo, ou mesmo um membro da família. Sempre colocamos a conversa para outro dia, mês, ano. Percebemos que junto com a sociedade nós evoluímos de fato; mas a questão é: será que para melhores?
A cada dia que passa a sociedade anda mais e mais introspectiva, independente, egoísta, egocêntrica e por muitas vezes, fria.
Você encontra neste mundo atual muita busca pelo poder, seja ele em qualquer área; seja ela da beleza, da riqueza, da moda, do poder, do sucesso, do empreendedorismo e etc... A “massa” que faz esse jogo ficar girando, a elite que alimenta esse sistema para que ele continue sendo cada vez mais domesticado a respeito das normas que ela nos impõe sem que muitos percebam que tudo isso não passa de uma gaiola dourada; onde eles na realidade te usam em troca de algo que te preencherá por dentro por pouco tempo, até que você volte e torne a fazer e fazer mais por essa “liderança” sanguessuga que está acima de nossa realidade e controle.
Não é difícil de imaginar.
O dinheiro é algo essencial para a sobrevivência do ser humano atualmente, e nada melhor do que comercializar e pôr um preço em tudo. Assim, você percebe que só vivemos se ganhamos.
Mas, o problema de tudo isso somos nós que aceitamos nos tornar escravos de uma nova geração, muitos dizem que não têm escolha, outros que é atrás dos sonhos que estão correndo, só sei que TODOS não têm uma desculpa para parar, respirar, pensar e adquirir sabedoria sobre um mundo mais justo que não existe e nem existirá nesse sistema. Não adianta você pedir por justiça se você não faz sua parte nesta sociedade.
Do que adianta gritar se não é para fazer a diferença?
Estou indignada com muita coisa, mas hoje especialmente  eu vi um vídeo falando sobre uma menina de 12 anos, norte-americana, que se suicidou ao vivo pela internet. E buscando mais coisas sobre ela, vi que ela postava vídeos em uma casa bem pobre, e que tentava de alguma forma se mostrar para o mundo. Talvez ela sonhasse em ser famosa e sair dali; principalmente pelas agressões sofridas. Ficou evidente que ela não era ouvida. Que por mais que sua mãe soubesse que a menina tinha depressão, ela sempre estava gritando com ela. Algo assustador. Porque você percebe depois ela cantando, desenhando, dançando, brincando com um dos irmãozinhos, sorrindo... Eu senti no coração quando observei aquela garota de que ela estava tentando realmente ser forte, até que ela publicou, enfim de que sofria abusos sexuais e não suportou mais e deu cabo de sua vida.
Eu não vi o vídeo do suicídio e nem quero ver, acho isso muito mórbido.
Confesso que eu chorei, e me coloquei no lugar dela.  A esperança que tenho é da grande misericórdia de Deus tê-la abraçado, pois só Deus é quem sabe o destino de nossa alma, segundo o nosso coração.
O suicídio tem aumentado gradativamente a cada ano que se passa. Hoje ele aparece como causa de morte mais do que o HIV.
Existem países em guerra, pessoas com problemas financeiros achando que não existe saída; pessoas se desconstruindo, se declinando de sonhos porque não aprenderam a perder.
Meus amigos, por favor, a vida não é e nunca será um mar de rosas... É preciso aprender cair preparado para se levantar, é preciso viver com a consciência de que cada curva da vida pode nos pregar peças e nos tirar o chão, mas é aí que você vai conseguir voar.
Não deixem serem impactados pelo o que os outros falam ou pensam de você. De uma coisa tenham certeza, eles vão sempre continuar falando, não importando suas condições.
Sabe por que? Porque não são os bens, as viagens caras, o sucesso, o poder que eles sentem inveja. Eles sentem inveja é de algo que jamais poderão ter, pois isto não possui ao mundo deles; que é sua LUZ, e não há preço que se pague por ela.
A diferença que você faz na vida das pessoas, sua essência, sua identidade única sempre será mais valioso que qualquer coisa superficial deste mundo.
Eu costumo dizer para meus leitores que quando nascemos, nascemos com um pedacinho oco, vazio dentro de nós, e com o passar do tempo nós sempre procuramos preencher esse vazio com subterfúgios, coisas matérias e etc... Mas ele nunca é preenchido, e sabem por quê? Porque este vazio foi feito para a morada de Deus, Ele quer morar em ti. E só quando Ele te fazer morada, você será livre e completo.
E com a sabedoria de Deus perceberá que a felicidade não está no sucesso, no reconhecimento humano, no dinheiro. Está em Deus que habita em todas as coisas mais lindas ao teu redor, da qual, por falta de tato e tempo, não procura usufruí-la. Pois a vitória já está sobre você desde de o dia em que Deus te criou.
A tão sonhada felicidade nunca chegará, e você sabe o porquê. Porque ela sempre estará dentro de você, a partir do momento em que você decidir aceitar e começar a enxergar.
O suicídio nunca será a coisa certa a se fazer, eu sei que dói, pode confiar; mas também sei que existe um Deus que te ama de uma forma tão inexplicável que derramou seu sangue por ti. Ficou três dias sem respirar por você.


Olhem para o Céu e creiam!

0 comentários