5 filmes que assisti nas férias e amei

Antes que vocês comentem sobre os filmes que assisti, devo deixar claro, que todos eles foram aleatórios; sem interesse de datas de lançamentos e etc... E o gosto? Sim, o gosto pelo tipo de filme varia muito entre as pessoas, então, esta lista antes de tudo é pessoal, ok?
Eu ainda estou de ferias, mas achei que estava devendo a vocês postagens que combinassem com o tema férias... Aproveitem e não deixem de conferir.

1. Águas Rasas 




Sinopse:



Nancy (Blake Lively) é uma jovem médica que está tendo de lidar com a recente perda da mãe. Seguindo uma dica sua, ela vai surfar em uma paradisíaca praia isolada, onde acaba sendo atacada por um enorme tubarão. Desesperada e ferida, ela consegue se proteger temporariamente em um recife de corais, mas precisa encontrar logo uma maneira de sair da água.
Este é mais um daqueles filmes que nos deixam apreensivos, por não saber o que irá acontecer com  a mocinha do filme. Ele prendeu minha atenção do começo ao fim, digo isso, porque quando meu marido colocou ele para assistir, eu estava caindo de sono; mas logo perdi o sono e me deixei ser entretida. Achei a Blake maravilhosa, principalmente nas cenas de dores (ela realmente parecia estar sentindo dor). Eu recomendo.

2. A garota do livro

Sinopse:
Alice Harvey (Emily VanCamp), de 28 anos, é uma assistente de uma editora de livros, e sonha em ser escritora. Filha de um poderoso agente literário de Nova York, ela vai ser obrigada e enfrentar dolorosos acontecimentos de seu passado, ao ser convidada para trabalhar no lançamento de um livro de Milan Daneker (Michael Nyqvist), um antigo cliente de seu pai. A jovem precisará ter forças para enfrentar antigos demônios de sua mente, e quebrar seu bloqueio criativo que a impede de realizar seus desejos.
Esse filme chamou minha atenção pela situação terrível em que ela passou em sua adolescência. Este filme, que é baseado também em um romance, traz o que muitas meninas sofrem; assédio, sedução de menor e por fim, muitas vezes um trauma por questões mal resolvidas, devido à mágoas e até mesmo falta de falar com alguém de confiança.

3. A garota no trem

Sinopse:
Rachel (Emily Blunt), uma alcoólatra desempregada e deprimida, sofre pelo seu divórcio recente. Todas as manhãs ela viaja de trem de Ashbury a Londres, fantasiando sobre a vida de um jovem casal que vigia pela janela. Certo dia ela testemunha uma cena chocante e mais tarde descobre que a mulher está desaparecida. Inquieta, Rachel recorre a polícia e se vê completamente envolvida no mistério.
Para mim foi um filme muito bem elaborado, além de criar uma tensão do início ao fim, sempre ficamos na dúvida de quem realmente é o assassino, conforme o tempo vai passando, a gente muda de opinião toda hora, é muito louco e traz uma questão que remete a confiança e aparência. Nem tudo o que você vê é o que realmente aparenta.
Isso me fez refletir mais ainda sobre os dias atuais, em que muitos forjam vidas que simplesmente não existem através das redes sociais. Mas a "rede" dessa garota é a janela do trem.



4. O homem nas trevas



Sinopse:

Três adolescentes sempre escaparam de seus roubos, todos perfeitamente planejados. No entanto, quando realizam seu último crime, assaltando a casa de um senhor cego, o jogo muda. Encarcerados no local, eles precisam lutar por suas vidas contra um psicopata cheio de segredos e terrivelmente habilidoso.
Esse filme me chamou a atenção pelo roteiro realmente imprevisível. Ele mostrou o quanto não podemos subestimar a capacidade de alguém só porque ela sofre de alguma deficiência. Acho que neste filme, eu fiquei dividida. É complicado de fato saber quem são os vilões ou os mocinhos na história.



5. Esquadrão Suicida



Sinopse:

Após a aparição do Superman, a agente Amanda Waller (Viola Davis) está convencida que o governo americano precisa ter sua própria equipe de metahumanos, para combater possíveis ameaças. Para tanto ela cria o projeto do Esquadrão Suicida, onde perigosos vilões encarcerados são obrigados a executar missões a mando do governo. Caso sejam bem-sucedidos, eles têm suas penas abreviadas em 10 anos. Caso contrário, simplesmente morrem. O grupo é autorizado pelo governo após o súbito ataque de Magia (Cara Delevingne), uma das "convocadas" por Amanda, que se volta contra ela. Desta forma, Pistoleiro (Will Smith), Arlequina (Margot Robbie), Capitão Bumerangue (Jai Courtney), Crocodilo (Adewale Akinnuoye-Agbaje), El Diablo (Jay Hernandez) e Amarra (Adam Beach) são convocados para a missão. Paralelamente, o Coringa (Jared Leto) aproveita a oportunidade para tentar resgatar o amor de sua vida: Arlequina.
Embora fãs da DC não aprovarem muito o filme, principalmente pela expectativa que criaram sobre o novo Coringa. Eu confesso que gostei, achei graça, me diverti. A Arlequina é um maior barato, Will Smith para mim ficou muito bom no papel de pistoleiro. Enfim, é um filme mais para entreter mesmo. Não acho bom levar muito a sério. 


0 comentários