Arrisque-se!



Chega de ter medo, vamos avançar, ir além da tempestade como a águia destemida que a enfrenta de frete. Arriscar, se jogar na vida, viver intensamente ela. Porque és única e cheia de seus mistérios esperando-nos para sentir cada arrepio na pele, para respirar cada atmosfera diferente, para inovar todos os dias seus ideais. Chega de ser prisioneiro desta prisão psicológica que temos presenciado, que temos murmurado, que temos sentido o sofrimento intenso de cada um e pelo medo não ofertamos ajuda.
Vamos nos levantar, fazer uma faxina em nossas vidas, viver novas emoções, esperanças, perspectivas sem ter medo de cair.
Se cair, levante e tente, renasça das cinzas como a Fênix quantas vezes for necessário. Atravesse o abismo, voe sobre ele, desafie-o, mas jamais deixe-o engolir você. Aprenda a ter controle sobre seus sentimentos e razões. Não se entregue tão facilmente a falsas ilusões.
Seja você, assim mesmo, imperfeito (a) como és, afinal, sua essência vem justamente do conjunto de coisas que você é e que fizeram você ser a cada ato escolhido, seja bom ou mal.
Lamente, mas só o suficiente para lavar a alma e depois siga em frente sem olhar para trás, afinal, qual ser humano nunca errou? São suas cicatrizes que o fará mais destemido (a) toda vez que olhar para ela, ela será um impulso que precisa, um estímulo que necessitamos para jamais parar de caminhar, de aprender, de seguir adiante.
E se houver outra pessoa do lado do abismo que você não possa alcançar, esqueça-a em sua razão e se afogue em teus sonhos. Porque o que é real fica, o que é ilusão some.
Tente acertar várias e várias vezes, mesmo que para isso você erre sem querer. Seja mais humano, sinta na pele a sua própria pele, vista-se de amor por si mesmo (a) para que possas ter capacidade de amar outro alguém.
Se por acaso houver algum amor mal correspondido, levante-se de sua frente, e dê as costas. Não somos insignificantes para mendigar amor e carismas. Temos um valor inestimável, porém, muitas vezes não sabemos o real significado disso.
Só quem de fato te amou profundamente merece por algum momento suas lágrimas, mas, não mais que isso. Suas lágrimas foram feitas para serem derramadas por coisas que não sejam fúteis, aprenda a economizá-las e valorizá-las. Elas são reflexos profundos de seus sentimentos, sentimentos estes que refletem o que você vive e sua vida vale ouro.
Dance mais, mesmo que seja em casa, sozinho (a) ou acompanhado (a) ou até mesmo na chuva,  escute mais músicas, leia mais, viaje mais, mesmo que seja para bem perto; só simplesmente não dê as costas as coisas que de fato merecem a sua atenção, como o clichê antigo, porém certeiro: valorize as pequenas coisas da vida. Assim, quando as grandes chegarem, não terá emoções que possam caber em seu peito.
Nunca se esqueça, a vida é única e você também. Arrisque-se em viver, ouse, brilhe, vá atrás de seus objetivos e jamais deixe com que algo ou alguém o (a) faça parar!

0 comentários