24 junho, 2014

Incômodo


           

Por que hoje em dia as pessoas andam tão preocupadas com a vida das outras, em vez de se preocupar com a própria?
Sua vida é preciosa, não importa quantidades ou qualidades que existem ou deixam de existir nela. O que é preciso, está nas tuas mãos, bem diante dos teus olhos; lutar por ela, fazer ela ter algum sentido para você e para o mundo.
Cada vida, um sonho e cada sonho, uma vitória!
Mas, para isso é preciso ter garra e lutar, sem precisar comparar sua vida com o gramado ao lado.
Amigo, hoje digo com pouca sabedoria, mas, ainda em sua companhia: A vida alheia sempre vai parecer a mais perfeita!
E tudo isso não passa de fantasias e ilusões de nossas cabeças que criamos como subterfúgios a fim de termos uma razão para ignorar e menosprezar a nossa.
É aí que você precisa dar meia volta, e adentrar em sua morada e observar o que de bom tem nela, e cultivar desde a terra seca até a plantinha nascente, uma nova semente para reavivar o que estava morto e esquecido.
E tomar conhecimento de que nenhuma vida é perfeita.
Mas, que sim, existe muitas que são mais cuidadas do que as outras... Devido ao esquecimento que habitava dentro de si mesmo.

Não vale a pena sofrer e perder tempo invejando aquilo que jamais poderá ser seu.


Não vale a pena desperdiçar seu tempo, sua vida, com uma vingança sem construção lógica, só por achar alguém melhor, quando este não é.
Porque todos somos iguais, todos temos a mesma capacidade. A única coisa que nos diferencia disso, são as nossas atitudes!


23 junho, 2014

Somos responsáveis pelos nossos próprios caminhos?


Somos responsáveis pelos nossos próprios caminhos.
Isso parece uma afirmação um pouco redundante, uma vez que sofremos sem entender o porquê, ou até ganhamos sem saber que merecíamos.
A vida de uma ligeira ou estrondante forma, sempre nos surpreende. E de todas as formas o nosso coração acelera, porque toda surpresa é um contraste perto da mesmice do dia a dia em que vivemos.
Hoje, existe muitas pessoas, em diversos lugares pensando em seus problemas. Seja na praça, em casa, numa roda de amigos se preparando para torcer para o Brasil. Não importa. Só estão pensando, assim como eu ao estar escrevendo este texto agora.
Pensando em como a vida poderia ser melhor, ou no porquê de uma doença incurável ter o escolhido como moradia o seu corpo, ou um parente amado ter partido.
Pensando em como poderia aguentar por mais um instante, ser forte só mais um pouquinho.Não cair neste caminho, neste lugar, sozinho.
Pensando em como o amor, sentimento fundamental que habita em um dos nossos órgãos principais, o coração, tem se esfriado e "quase" já podemos estender cartazes por aí, dizendo: Procura-se amor, ele anda desaparecido faz um tempo!

E por que? Ou melhor, para quê?

Pensamentos são regidos só no momento em que você literalmente leva um tapa na cara da vida e acorda de um sono profundo, onde se encontrava mergulhado no egoísmo, no seu alter ego.
Quase ninguém nunca pensou antes em parar para ajudar aquele que sofreu algo, que agora sofre.
E um sentimento de culpa nos toma, mas, antes
a mágoa do que o riso, como diz o sábio Salomão, porque assim se faz melhor o coração.

Caindo, temos a oportunidade de nos levantar, uma vez que enxergamos o quão tolos fomos por um tempo. E que agora, cabe a nossa escolha, ir para o lado que não nos obrigue a tantos argumentos, pois, este lado, já argumenta por nós através de nossas obras e gestos.

Daí, depois de tudo que se é refletido.Você para e pensa que existe algo feliz em tudo que você possa olhar, desde que seus olhos sejam feitos de luz. Desde que você tenha renascido.