Deuses da Hipocrisia


Todos os dias eles acordam, levantam e tomam o seu café, como qualquer ser humano comum. Só não sei se são às 9 ou às 11 da manhã, já que muitas vezes passam a noite em claro tentando deturpar a vida dos outros.
Muitos deles falam das coisas tão certos de que nunca erraram, apontando seus dedos sujos sem deixar de hesitar, o que eles não fazem para ver o seu próximo prantear??
Eles falam de lobos que caminham por aí, vestidos de cordeiros. Criam uma filosofia mais barata que o papel amassado, usado como rabiscos de coisas importunas que fora lançado no lixo.
E aí de quem não concordar com eles!

E o pior, eles estão por toda a parte...

São reis e rainhas (sociopatas) da “verdade”, uma verdade que criam e iludem macambúzios que não tem opinião própria para formular seu próprio ponto de vista.
 - Eu erro - eles dizem, e deixo os meus defeitos bem claros a todos. -  Será? Duvido um pouco para não usar eufemismo.

Se tivessem consciências de seus erros, o primeiro passo que estariam dando seria o da justiça. Aceitando o modo de ser das pessoas que os assolam, simplesmente por existir, sem incomodá-las em seu cantinho querido e totalmente confortável.
O segundo passo seria o de não usar máscaras e deixar de apontar defeitos alheios, já que eles não são perfeitos.

Mas, sabemos bem que eles jamais arrancariam de suas faces as máscaras que escondem o seus verdadeiros “eus”. E sabem por que? Porque os deuses da hipocrisia são como recipientes vazios, sem substâncias, cores, essências, ou qualquer tipo de sentimento ou matéria física e química. O pouco do oxigênio que ali habita, logo se esvai contaminado pelo ar, afetando os que estão próximos com o seu sistema imunológico cerebral enfraquecido.
Então, a lavagem é feita, a operação vira um sucesso, e o hipócrita deixa de ser um deus, para virar um parasita. Anopluro que suga toda a vida daqueles que estão propensos a cair.
Errem, acertem, perdoem, vivam, mas com suas verdadeiras facetas. Não deixem com que um desses levem seu caráter para o fundo do recipiente que nada contém, depois de sugar seu caráter e lhe tornarem em suas sombras súditas a espalhar a TAL praga da hipocrisia e parasitismo por aí.

No entanto, tenho fé que ainda exista esperança para aqueles cujo o caráter não foi sacrificado por tamanha leviandade.





0 comentários