21 abril, 2013

O prazer da Escrita




A maior e melhor coisa que já me aconteceu foi descobrir o meu amor e talento pela escrita.
Não há nada mais prazeroso do que sentar em seu sofá com seu instrumento de trabalho, em meio ao pôr do sol, em companhia de uma bela xícara de café ou chocolate.
E criar... Criar sem limites...
Como um pássaro livre, com voo sempre alto, olhando e observando novos horizontes. Descobrindo novas terras a serem exploradas, novas terras a serem cultivadas. Escrever é ser livre, é ousar na tentativa de ser você mesmo. 
De adquirir seu mundo, onde ninguém, jamais irá destruir. Pois, isso é parte da sua alma, é parte de você, parte que te seguirá por toda a sua vida, por toda a sua existência. 

A paz que te consola não é exterior, é interior. O mundo pode estar em guerra, mas se você tem paz dentro de si, nada, absolutamente nada, irá tirar isso de ti.

O sonho que causa a busca incensante pelo reconhecimento próprio, ainda é melhor do que ter mil olhos voltados a ti. E aqui me encontro sonhando novamente, nesta linda tarde de domingo,feliz comigo, feliz com a paz que sinto, feliz com os sonhos a serem alcançados.
Absurdamente contente em poder valorizar nos gestos pequenos coisas preciosas, coisas inigualáveis, como o amor a minha escrita.


Ler



Prefiro momentos de silêncio em meu quarto, na companhia de um bom livro do que ir para balada.
Pode até ser que para muitos eu pareça uma maluca, mas não; de fato, sinto mais prazer em ler do que sair de casa. Pode me considerar uma pessoa caseira.

Afinal, quando eu saio, sempre vou a locais que tenha algo que me mova a conhecer algo de novo. Como um museu, uma biblioteca, teatro, cinema... Essas coisas... Livrarias nem se fala. O meu cartão de crédito que grita o tempo todo coitado. rsrsrs



Mas essa paixão pela leitura só veio fácil, porque nasci com ela. Observava minha mãe e meu pai escrevendo, mal sabia eu, que eles estavam resolvendo dívidas do mês. Mas enfim, eu ficava lá olhando para a caneta. Incomodava-me muito em não saber ler, pois tudo o que estava escrito em uma folhinha, mas parecia códigos de um outro mundo do que esses a quais hoje, viraram meus amigos.
Já estou precisando comprar mais uma estante, pois tem livros meus que estão sem suas casas... Precisa de um certo carinho e atenção, afinal, faz parte da minha vida, do meu cotidiano, da minha paixão.

Na correria das organizações sobre meus livros, eu quase não tenho tido tempo para ler, porém, sempre quando dou aquela pausa, não ouso em deixar de pegar minha xícara de chocolate quente, sentar-me e me deixar levar pelas asas da imaginação.

Aconselho que leem, isso faz bem para a alma e para o mundo...



To be or not to be


"As dificuldades nasceram para serem vencidas e não para vencerem a gente!"
(Santos Dumont)



Às vezes o trabalho esgota, esgota demais... Porém o que importa é o resultado final desta linda trajetória, por mais que tenha sido cansativo. No entanto, quando se tem um trabalho da qual se agrada, nunca será um incômodo para você, será sempre um prazer, independentemente de ser qualquer profissão. Quando se trabalha com determinação e amor, que é o segredo para o sucesso, no final tudo dá tão certo, que você não imaginaria em seu passado que chegaria onde está.


Contudo, existem pessoas que escolheram profissões erradas, muitos para agradar a família, outros para impressionar, muitos por falta de conhecimento mesmo e assim vai... Outras amam a profissão, mas encontram-se encurraladas em relação à experiência. A respeito disso, eu digo: não desista, estude e aprimore os seus conhecimentos. Não desista na primeira oportunidade. Lutas vêm para testar a nossa capacidade de compreender o verdadeiro sentido da vida.

Não fique inquieto, pois não será isso que resolverá o seu problema. Pare, respire e reflita sobre sua melhor parte a ser contribuída com a sociedade e exclua aquilo que você achar que não será necessário para o seu crescimento.

A vida é agora! Siga o que seu coração mandar, o que sua alma desejar... Não ligue para que os outros irão pensar, pois mesmo que você escolhesse uma profissão do agrado de outrem, esta pessoa iria lhe criticar de todo jeito. Pois aquele que não apoia no seu semelhante o que lhe faz bem, só pode ser definido como egoísta. Quer que a pessoa viva em torno de si somente, e não sejam felizes com as suas próprias escolhas.

Caro leitor, possa ser que este indivíduo seja bom e que queira lhe ajudar. Mas você tem plena convicção disso?
Ninguém é perfeito... E nunca será...
O que você escolher para você como profissão, carreira, será o que você terá que lhe dar por toda vida. E se este emprego não lhe deixa feliz, como poderá alcançar a felicidade?
Então como alcançar a felicidade?
Sendo você mesmo, a alma nobre que se esconde dentro de você. Usando sempre seus talentos em prós da humanidade e de você mesmo. Sem ser egocêntrico. Humildade é o que nos faz chegar longe. E fé... Nunca se esqueça da fé, ela é primordial em nossa trajetória.
Lembre-se sempre do motivo para qual está se dedicando tanto em seu trabalho, visualizando o seu futuro. Isso lhe trará estímulo. Acredite...