Sensibilidade





"A calma das doces primeiras horas e o bálsamo das primeiras
flores de jasmim.

O último rico sorriso do dia que termina; que persiste como

o olhar lançado ao êxtase vivenciado.

O tom da flauta cuja alma aguardou por mim só quando todo o
mundo ficou mudo.
A brisa que seguiu seu caminho acariciando as rosas me
trazendo seu perfume ou até mesmo a melodia do canto do pássaro ao posar em
minha janela, traz a mim a certeza de que minha essência sempre permanecerá...
Como num sentido oculto, onde posso enxergar as cores e admirar a vida!"


0 comentários