Nosso único universo, nossa única vida!





Cada pessoa tem um universo dentro deste imenso e magnífico Universo. 
Têm uns que olham e admiram o universo dos outros em sua volta, têm outros que nem ligam pelo simples fato de se voltar somente para o seu e não querer compartilhar com ninguém e nem de ser compartilhado. Já existem outros que ajudam universos a crescerem, como também com a mesma medida existem os que chamo "destruidores de universos", através da inveja imódica, da falta de capacidade de se reinventar e de montar o seu próprio universo.
Têm aqueles que montam um universo de acordo com o universo dos outros, só para dizer que tem um igual ou tentar se encaixar por não ter descoberto qual é o seu universo.

Assim como as estrelas no céu, aqui na Terra, existem inúmeros universos. E por isso devemos respeitá-los e admirá-los. Encarar todos eles com amor, mesmo que nem todos mereçam.

Falo de universo como falo de vidas. Universos são formas de vidas, cada um tem a sua. Muitos se sentem preenchidos por elas e outros estão vazios buscando incessantemente subterfúgios para tentar preenche-las.

Não compreendemos muitas vezes que o que pode ser feio aos olhos de um, pode ser belo aos olhos do outro. 
O que pode ser um martírio para um, pode ser um bálsamo para outros. E é dessa falta de compreensão que se cria um mundo onde tudo deve ser um arquétipo; onde tudo o que a maior parte da sociedade faz é o correto a ser feito.
Daí, buscamos inconformados e vazios, tentando ser o que não somos pela troca de sermos aceitos pelos outros.
Tiramos fotografias em uma balada quando desejávamos estar em casa ou em outro lugar, comemos o que a mídia nos indica para seguirmos o padrão de beleza dela, vestimos, decoramos e assim vai. Mas no fundo, existe um vazio que prevalece.
Com a tecnologia em alta, isso ocupa muito o tempo da sociedade em fazer uma lavagem cerebral nas pessoas e ocupa também nosso tempo em coisas que não nos fazem felizes...
Hoje, eu escrevo isso aqui "no pedaço do meu universo" de forma bem simplória, para que possamos ser mais nós mesmos. Tentar não sucumbir aquilo que nos oprime e ser felizes da forma que somos e nos agradar das coisas que temos, sem nos incomodarmos com o universo alheio e muito menos desejar que ele se desfaça.
Costumo dizer simbolicamente que a internet é o "olho que tudo vê", que tem acesso à nossas vidas, nossas alegrias e tristezas. E por de trás de cada olho, se esconde uma personalidade da qual não sabemos quem são e do que é capaz de fazer.
Capacidade pode ser uma virtude, assim como uma desgraça, dependerá do rumo que tomaremos para nós mesmo.
E este "olho que tudo vê" somos nós mesmos, a sociedade... Que insiste com uma ganância em roubar a vida e a identidade de muitas pessoas ingênuas para sua própria satisfação, em busca do melhor e maior universo aos seus olhos. E este que está sedento por um universo melhor, se perceberem, é só mais uma vítima dos padrões que a sociedade impõe a ele, como ele impõe a nós.
Então, desejo que tenhamos mais corações em nossos peitos, que venhamos buscar mais pela nossa própria identidade, e que partilhar seja um dos nossos desafios em um mundo onde o egoísmo e avareza é predominante.


5 comentários

  1. É verdade, mana, nosso universo pode ser tão magnífico, que muitas vezes atrai os olhares astutos de outras pessoas, que terminam por querer nos roubar sonhos e idéias, por não terem a capacidade de transformar seu próprio mundo em algo belo e proveitoso. Mas quem faz isso, além de ser digno de pena, sabe que vai pagar um preço enorme por tentar fazer isso com as pessoas mais sensíveis e delicadas.

    ResponderExcluir
  2. Minha linda,o universo são feitos destas características as quais,com muita sabedoria você narra aqui.Somos filhos e pais destas aberrações desenfreadas que o mundo nos coloca em nossas portas.Cabe a nós diferenciarmos e separarmos o joio do trigo.Sempre haverão os copiadores de nossas obras,e as invejas pejorativas que cabem a nós distingui-las para que não absorvemos das mesmas.
    Existe aquela máxima de que;ENQUANTO OS CACHORROS LADRAM AS CARAVANAS PASSAM.

    ResponderExcluir
  3. Fantástico tomemos cuidado com os devoradores de mundo ( são os mesmo que querem destruir nossos sonhos)

    ResponderExcluir
  4. Sempre delicada, sempre profunda e tão sincera. Admiro a sua escrita e você nasceu para ser uma mensageira. Deus usava anjos para levar suas mensagens. Anjos teriam que ter asas, simbolicamente, para poderem cumprir tudo o que tinham que transmitirem. Voavam de alguma forma. Hoje, a internet são essas asas, hoje o anjo qe transmite a mensagem de Deus é você, Agatha de Assis. Obrigado pela reflexiva leitura. Um grande abraço, anjo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Agatha! Adorei o texto. Acho maravilhoso como podemos sentir que você escreve com o coração.

    Beijos,
    Carol - http://hconcours.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir